NOTICIA1-ENTREVISTA MARIA ISABEL GRULLON

María Isabel Grullón: “a comunicação tem um papel central na gestão humana”

María Isabel Grullón

Vice-presidente sênior de Serviços Corporativos

Banco el Progreso

María Isabel Grullón é vice-presidente sênior de Serviços Corporativos do Banco el Progreso e tem a responsabilidade de liderar uma equipe de mais de cento e trinta pessoas nas áreas de Gestão de Projetos, Gestão Humana, Relações Públicas e Comunicações, Publicidade, Administrativo e Segurança.


P: Que papel tem a comunicação na gestão humana e qual sua importância?

R: Se partimos de que o capital humano é o maior ativo com que contam as organizações modernas, então devemos afirmar que a comunicação tem um papel central na gestão humana, já que é a ponta que conecta a todos os colaboradores com os objetivos e planos do projeto empresarial. É um instrumento imprescindível que facilita o engajamento e motivação dos empregados.

Uma gestão efetiva da comunicação os motiva a aumentar suas habilidades, a desenvolver níveis mais altos de compromisso, os ajuda a ter mais identificação com a missão, visão, valores e a cultura da empresa. Além disso, os encoraja e adverte sobre novos processos de produção e serviços.

As empresas modernas devem trabalhar a comunicação de forma participativa, em que todos interatuem constantemente. Além disso, a comunicação deve ser clara, constante e coerente; deve desenvolver-se sobre uma base sólida e lógica em todos os segmentos da organização. Deve circular livremente pelos diferentes canais de comunicação de maneira ascendente, descendente e horizontal.

Para uma comunicação eficaz, é importante um perfeito equilíbrio na transmissão das mensagens.

P: Qual é o principal desafio enfrentado pelas organizações em matéria de gestão humana quando passam por uma crise?

R: Um colaborador bem informado se converte em um potencial aliado, já que são também transmissores de notícias em direção ao exterior da organização. A comunicação interna deve cumprir uma série de funções para poder esclarecer as inquietudes que surjam em situações de crise.

Como se trata de um público sensível que necessita estar bem informado, o principal desafio que as empresas enfrentam em situações de crise é conseguir um bom uso das ferramentas de comunicação para cumprir com esse objetivo.

A transmissão das mensagens chave, com transparência, otimismo e motivação são fundamentais em momentos de incerteza. Que as mensagens a ser transmitidas coincidam com a versão externa, mesmo que varie na forma de apresentação. Os colaboradores devem crer primeiro no que diz a empresa para que esta possa posicionar essa mensagem para o exterior.

Por outro lado, requer-se que os empregados estejam devidamente capacidades e dispostos a trabalhar para superar a crise, é necessário envolve-los neste processo. Isso não se consegue de um dia para outro, é precisamente nas políticas para incentivar a gestão humana onde está a chave para enfrentar estas situações.

P: Como influenciam as relações públicas e a comunicação na reputação de uma organização?

R: Tanto as Relações Públicas como a Comunicação Corporativa têm um papel protagonista na reputação da empresa. No desenvolvimento e difusão de um Plano de Comunicação, as estratégias a serem implementadas se transformam em ferramentas fundamentais para construir e fomentar uma boa imagem reputacional, assim como o posicionamento institucional.

São vários os fatores que estão em jogo quando falamos de gestão da reputação, no entanto, para alcançar os objetivos é necessário, dentre outras coisas, cuidar das relações com a comunidade, os acionistas, os colaboradores, os diferentes públicos, que incluem a imprensa. Cada um de estes aspectos estão contidos em um plano global de Comunicação e Relações Públicas.

Este sitio web utiliza cookies propias y de terceros, para recopilar información con la finalidad de mejorar nuestros servicios, para mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias, así como analizar sus hábitos de navegación. Si continua navegando, supone la aceptación de la instalación de las mismas. El usuario tiene la posibilidad de configurar su navegador pudiendo si así lo de sea, impedir que sean instaladas en su disco duro, aunque deberá tener en cuenta que dicha acción podrá ocasionar dificultades de navegación de la página web.

ACEPTAR
Aviso de cookies