¡CONOCE LOS GANADORES DE LOS PREMIOS FUNDACOM 2019!

patronato-fundacom

Apresentada Fundacom, a fundação para o fortalecimento da comunicação em espanhol e português no mundo

Doze associações de comunicação que têm o espanhol ou o português como língua de trabalho formaram a Fundacom, uma fundação para impulsionar e valorizar a função da comunicação estratégica em espanhol e português no mundo.

Durante a apresentação, que aconteceu na Casa de América, em Madri (Espanha), no último 15 de novembro, destacou-se a importância do desenvolvimento de plataformas de intercâmbio e se apresentaram as linhas de trabalho da Fundacom. Participaram do evento alguns dos representantes mais relevantes da comunidade ibero-americana e da comunicação corporativa.

Paulo Speller, secretário geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI); Juan Andrés García, representando os Encontros Ibero-americanos da Sociedade Civil; Narciso Casado, secretário permanente do Conselho de Empresários Ibero-americanos (CEIB); e Miguel Marañon, chefe do departamento de comunicação digital do Instituto Cervantes, com a moderação de Miguel López-Quesada, patrono de Fundacom e secretário geral do Dircom Espanha, trataram conjuntamente da importância da existência de plataformas profissionais no âmbito ibero-americano como elementos chave para o desenvolvimento econômico e social.

Logo depois, Constanza Téllez, Paulo Nassar y Eduardo Guedes, patronos da Fundacom, y Sebastián Cebrián, diretor da entidade, apresentaram uma das linhas de trabalho da fundação: a Cimeira Ibero-americana de Comunicação Estratégica, Cibecom. A primeira edição acontecerá em Miami, em abril de 2017, nos dias 5, 6 e 7, e terá a participação de conferencistas como os ex-presidentes Luis Alberto Lacalle, do Uruguai, e do espanhol José Luis Rodriguez Zapatero, que, com a moderação de Rebeca Grynspan, secretária geral da SEGIB, falarão sobre a reputação dos países e sua relação com o desenvolvimento econômico e social. Para Paulo Nassar, presidente da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (ABERJE), temas como a sustentabilidade, um dos pilares da Cibecom, junto com reputação e transparência “nos dá licença para operar, e a chave é saber comunicar”.

Fundacom organizará também os Prêmios Fundacom, que tem como objetivo reconhecer os melhores projetos e as melhores práticas de comunicação no mundo que fala espanhol ou português. Nas palavras de Antônio Rapoula, coordenador dos Prêmios Fundacom: “não é só um prêmio internacional, também se premiará o melhor em termos nacionais. Demonstraremos a qualidade e as boas práticas em todo entorno de fala castelhana e portuguesa”. Os prêmios, que também se apresentaram no evento, serão lançados no próximo 1º de dezembro, com âmbito mundial.

Um dos principais eixos desta fundação é a pesquisa, dentro da qual se destaca o Latin American Communication Monitor. Ángeles Moreno, diretora do estudo, ressalta aspectos muito relevantes como “um dos aspectos mais destacáveis do primeiro LCM é a formação dos profissionais da comunicação que se equipara à formação na Europa”. “Graças ao estudo, sabemos que a transferência de conhecimento e o associacionismo é o que ajuda ao profissional a progredir”. Os resultados do estudo mostrarão, em 2017, a situação das relações públicas e a gestão da comunicação na América Latina, oferecendo a radiografia de um setor econômico cada vez mais pujante e dinâmico.

Como representante do Conselho de empresas que apoiam a fundação, esteve presente Ignacio Jiménez Soler, diretor de Comunicação Corporativa do BBVA. Além do banco, Ibéria e Telefônica também se uniram à iniciativa.

Ao final do ato, subiram ao palco os patronos de Fundacom, que no dia 14 de novembro se reuniram pela primeira vez. Durante a reunião, se incorporaram ao patronato seis patronos que completaram o órgão que, na mesma oportunidade, nomearam a Sebastián Cebrián como diretor da entidade.

Atualmente, formam o patronato representantes de seis países da América Latina: Argentina, Brasil, Chile, México, Portugal e Espanha, sendo eles Montserrat Tarrés como presidente dessa fundação, por Teresa Mañueco, Eduardo Guedes de Oliveira, Olga Oro, Paulo Nassar, Ignacio Viale, Constanza Téllez, Miguel López-Quesada, Juan Cierco, Jaume Giró e Francisco Hortigüela como patronos.

Por meio das associações que integram a Fundacom, estão representados mais de 8 mil diretores e profissionais de comunicação. As redes de essas entidades fazem com que suas iniciativas e comunicações cheguem para mais de 33 mil profissionais da Ibero-América. As associações que impulsionam esta plataforma são: Aberje e Conferp (Brasil), APCE (Portugal), Asodircom (República Dominicana), AURP (Uruguai), CICOM y PRORP (México), CECORP (Colômbia), o CPRP y o Círculo Dircoms (Argentina), FOCCO (Chile) e Dircom (Espanha).

presentacion-fundacom

Este sitio web utiliza cookies propias y de terceros, para recopilar información con la finalidad de mejorar nuestros servicios, para mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias, así como analizar sus hábitos de navegación. Si continua navegando, supone la aceptación de la instalación de las mismas. El usuario tiene la posibilidad de configurar su navegador pudiendo si así lo de sea, impedir que sean instaladas en su disco duro, aunque deberá tener en cuenta que dicha acción podrá ocasionar dificultades de navegación de la página web.

ACEPTAR
Aviso de cookies