13-anuario-comunicacion

Dircom apresenta o Anuário de Comunicação 2019 com as cinco tendências que marcarão o futuro da comunicação

XXVI ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE DIRCOM

  • A Ministra da Educação, Isabel Celaá, encerra a XXVI Assembleia Geral da Dircom.
  • Isabel Celaá destacou a importância da educação, da comunicação social e dos valores para nos convertermos em uma sociedade responsável.
  • De acordo com o Anuário de Comunicação, 64% dos consumidores irão escolher, mudar, evitar ou boicotar uma marca com base em questões políticas ou sociais.
  • Mais de 350 profissionais participaram da apresentação do Anuário de Comunicação, que também foi transmitida pelo Facebook Live.

Madri, 03 de julho de 2019. A Associação de Diretores de Comunicação, Dircom, realizou nesta quarta-feira, 3 de julho, na CaixaForum Madrid, diante de mais de 350 participantes, sua XXVI Assembleia Geral, quando foi apresentado o Anuário de Comunicação 2019.

Anuario_Dircom_2019_Auditorio

Isabel Celaá, Ministra da Educação e Formação Profissional e porta-voz do Governo, participou durante a Assembleia da Dircom, indicando que “toda nossa cultura é comunicação, de Altamira às tatuagens das tribos urbanas, mas a comunicação mais importante é guiada pela educação”.

Celaá, por sua vez, também se referiu à educação como a ferramenta-chave para a igualdade de oportunidades e como “o petróleo dos nossos dias, um fator econômico de primeira ordem”.

A abertura da jornada ficou a cargo de Miguel López-Quesada, presidente da Dircom, que lembrou que “os dircoms temos em nossas mãos a reputação e a coerência dos valores de nossas organizações”, enfatizando o desafio que é buscar alinhar a estratégia de negócios para garantir o sucesso.

López-Quesada, juntamente com o Diretor Geral da Fundação Bancária ‘la Caixa’, Jaume Giró, tiveram uma interessante conversa sobre a transformação da sociedade e o futuro da profissão do comunicador.

Giró assegurou que “a educação é a pedra angular da estrutura de um país e o novo paradigma passa por preparar os jovens em quatro competências chave: pensamento crítico, criatividade, comunicação e trabalho em equipe”.

Da mesma forma, o diretor da Fundação Bancária “la Caixa” destacou o grande trabalho dos meios de comunicação, já que “os dircoms precisam deles para buscar a veracidade e objetividade juntos. Temos que apostar na transparência e nobreza no jogo, o jornalismo nunca deve morrer”.

Por outro lado, López-Quesada adiantou que “o dircom é uma profissão que está sendo rejuvenescida, e os profissionais que se incorporam agora terão que aprender muito mais rápido do que nós, que levamos mais tempo”.

A jornada transcorreu, também, com a participação de duas apresentações chave. Mario Páez, CFO do Campofrío Food Group, detalhou como sua empresa se tornou referência de uma marca com propósito: “Nosso propósito é gerar valor nas pessoas, não apenas entregar um produto, mas também um valor agregado, como uma emoção ou compartilhar momentos interessantes”.

A intervenção de Luis Pardo, CEO da SAGE Iberia, tratou da importância das pessoas, e afirmou que “são as pessoas com o seu conhecimento, liderança e tomada de decisões que têm o verdadeiro poder de transformar digitalmente a cultura corporativa”.

Por sua parte, José Fernández-Álava de la Vega, diretor geral da Dircom, apresentou as cinco tendências que estão incluídas na 23ª edição da publicação de referência para comunicadores.

Os temas que marcarão o futuro da comunicação são Ética e Verdade, Blockchain e Comunicação, Comunicação e Pessoas, Marcas com Propósito e Mensuração. Além disso, o Anuário de Comunicação inclui uma tendência estrutural que indica as onze competências globais que um dircom deve ter.

O evento, que teve um alto nível de representação institucional, como CEOs, autoridades políticas e empresariais, foi conduzido pela jornalista Ana Samboal e teve tradução simultânea para a linguagem de sinais da Ilunion. Da mesma forma, uma cópia do Anuário de Comunicação Dircom 2019, patrocinado pela Kantar e Mediaset, foi entregue a todos os participantes.

Miguel L¢pez-Quesada, Isabel Cela†, Jaume Gir¢ y Eduardo BartolomÇ

Notícias em vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=09gOBnInV9U&list=PLy2iNviDlJVB-3eS5O4hwTg3E2do0pf7O&index=1

Entrevista com Mario Páez: https://www.youtube.com/watch?v=K7sXBuJh4Ug&list=PLy2iNviDlJVB-3eS5O4hwTg3E2do0pf7O&index=2

Entrevista com Luis Pardo: https://www.youtube.com/watch?v=ek2VQ60IcRM&list=PLy2iNviDlJVB-3eS5O4hwTg3E2do0pf7O&index=3

Apresentação da ministra: https://www.youtube.com/watch?v=7sRarKGl4cQ&list=PLy2iNviDlJVB-3eS5O4hwTg3E2do0pf7O&index=4

O que é a Dircom

A Dircom é a associação profissional que reúne diretores e profissionais de comunicação de empresas, instituições e consultores na Espanha.

Fundada em 1992, sua visão é dar destaque à função da comunicação e do diretor de comunicação nas organizações para que tal competência e seus responsáveis sejam considerados como uma área e uma diretoria estratégicas.

Atualmente, possui mais de 1.000 associados e 8 delegações em Aragão, Canárias, Castela e Leão, Catalunha, Galícia, Comunidade Valenciana e Região de Múrcia, zona Norte e Andaluzia.

 

Para mais informações você pode entrar em contato:

Departamento de comunicação da Dircom.

Telefone: +34 917021377 ramal 4 | comunicacion@dircom.org