Actualidad

Fundacom > Actualidad

III Edição do Programa Internacional Executivo: “Tendências Globais em Comunicação Organizacional”

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em III Edição do Programa Internacional Executivo: “Tendências Globais em Comunicação Organizacional” | Actualidad | ,

A Escuela Internacional de Comunicación apresenta a III Edição do “Programa Internacional Executivo: Tendências Globais em Comunicação Organizacional, um programa intensivo de alta especialização, onde gestores e especialistas em comunicação, de âmbito internacional, adquirem e atualizam os conhecimentos demandados pela exigente realidade empresarial para fortalecer sua posição de liderança em sua área profissional. Um elemento-chave no desenvolvimento profissional que requer novas habilidades de gerenciamento, em um momento em que a comunicação é um elemento-chave no desenvolvimento da estratégia integral de qualquer organização, pessoa ou território.

Esta nova edição traz novos profissionais de linha de frente que trabalharão em dois eixos transversais para dar consistência ao programa:

  • O relacionamento da empresa com a sociedade, que se torna mais relevante a cada dia diante de uma permanente crise de confiança por parte de diferentes grupos de interesse, e é motivada por comportamentos corporativos errôneos. Esse novo contexto altera não apenas o modo de pensar e de fazer da empresa, mas também seus códigos éticos, seus valores e seus propósitos. E é um processo complexo e disruptivo que deve se concentrar nas pessoas, atuando sobre a liderança, os grupos e o ambiente.
  • A transformação digital como um dos pilares sobre o qual se constrói o novo ecossistema empresarial e que, atualmente, gera uma certa convulsão, devido às novas demandas que levam as organizações a definir uma nova cultura corporativa e repensar os processos para novos modelos de gestão.

O programa foi concebido a partir de uma perspectiva internacional. Tanto o conteúdo quanto o corpo docente e os casos tratados são selecionados para atender à demanda de todos os comunicadores seniores que buscam uma perspectiva cosmopolita, analisando casos reais e interagindo com profissionais de reconhecido prestígio e líderes do setor.

Durante este programa presencial de uma semana de duração, os participantes aprenderão sobre os tópicos mais relevantes que atualmente interessam aos comunicadores por meio de sessões práticas, estudos de caso e visitas a empresas e a meios de comunicação. Também foram desenvolvidas atividades sociais e networking que permitam fortalecer as relações com comunicadores de diferentes países.

Com este novo programa, EIC atende à demanda de um público internacional que deseja consolidar sua posição de liderança e oferece a oportunidade de obter uma perspectiva avançada sobre a realidade e os desafios enfrentados pela sociedade global atual com temas de impacto, como as novas interfaces socio digitais em realidade aumentada, a inteligência artificial, cibersegurança, novas metodologias de reputação, lobby e assuntos públicos, responsabilidade social corporativa, storytelling na era da pós-verdade ou as novas tendências sociais das marcas.

Tudo isso, localizado em uma estrutura onde o protagonista é o aluno e o objetivo oferecer todas as ferramentas que lhe permitam projetar seu próprio plano de ação em sua realidade diária.

O grupo é limitado a um máximo de vinte e cinco alunos para garantir um tratamento personalizado e a participação e o debate dos participantes, por isso, se estiver interessado, reserve sua vaga em: info@eicomunicacion.com

KEEP READING

Comuniteca, uma aliada que resgata o conhecimento do comunicador

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Comuniteca, uma aliada que resgata o conhecimento do comunicador | Actualidad |

Lima, abril de 2019. O comunicador, em sua função de gestor, pesquisador e produtor, precisa de ferramentas e fontes confiáveis de consulta para o desenvolvimento de propostas e estratégias, bem como para a efetiva implementação das mesmas.

Hoje, o mundo digital oferece uma vasta gama de opções onde o conhecimento e a hiperinformação convergem; no entanto, é necessário oferecer dados confiáveis, informações úteis e sistematizadas que respondam especificamente às necessidades do comunicador.

A Comuniteca, uma biblioteca virtual de comunicação, é uma dessas ferramentas validadas pelos comunicadores. Ela está se tornando o espaço para a promoção e difusão da produção intelectual no âmbito internacional.

É um projeto colaborativo que nasce no Peru, com o objetivo de criar uma comunidade de aprendizado e conhecimento sobre as ciências e artes da comunicação. Seus pilares são a colaboração, o acesso e a comunidade, fundamentos que possibilitam democratizar a contribuição de todos os comunicadores do mundo que refletem, teorizam, propõem e projetam os processos e elementos de comunicação nas empresas, organizações, ONGs, sociedade ou qualquer outro campo.

A Comuniteca permite fazer upload e download de diferentes tipos de textos em formato PDF em mais de 20 especialidades e temáticas relacionadas à comunicação. É também uma aliada para o fomento de pesquisas através do acesso à bibliografia especializada no campo em questão.

Mariana Carranza, fundadora do projeto, enfatiza a relevância que tem o comunicador em seu papel de facilitador da informação e do conhecimento, menciona que a pesquisa é sempre o ponto de partida de toda intervenção comunicativa e, para isso, a consulta de estudos e bibliografia em geral é uma das ações fundamentais e frequentes neste trabalho, além do interesse pela autoformação.

Francisco Garrido, consultor e acadêmico em management, comunicação e estratégia, comenta que o Século XXI é o século da cooperação e colaboração. Neste sentido, a “Comuniteca” não é apenas uma biblioteca virtual validada pelas tendências dos tempos, mas também resgata um dos valores centrais do método científico: fazer comunidade. Para isso é necessário comunicar nossos projetos e obras.

O projeto colaborativo também fomenta espaços acadêmicos, como workshops de acesso livre. Para carregar textos você só precisa se registrar e pronto, começar a viver a experiência Comuniteca.


COMUNITECA é um espaço colaborativo que integra comunicadores e estudantes interessados em pesquisa. É uma oportunidade para comunicar análises, reflexões, críticas e propostas através das produções acadêmicas. É uma plataforma que permite democratizar o conhecimento e resgatar o pensamento dos comunicadores.

Para explorar o projeto colaborativo, visite www.comuniteca.org

KEEP READING

Yara dos Santos distinguida pela prática das Relações Públicas Internacionais

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Yara dos Santos distinguida pela prática das Relações Públicas Internacionais | Actualidad | , ,

Yara dos Santos, Presidente da Associação de Relações Públicas de Cabo Verde, com a qual a APCE tem um Protocolo de Cooperação, irá ser distinguida com o Prémio de Excelência Profissional “Leadership in Communication Personality”, pelo seu trabalho de promoção, divulgação e consolidação do ensino das Relações Públicas em Cabo Verde. O prémio será atribuído pelos organizadores da Executive Leadership Summit 2019, na Zâmbia a 22 de fevereiro, onde Yara dos Santos também será oradora.

Já no passado dia 17 de novembro, Yara dos Santos recebeu a distinção Prémio Humanitário Pan-Africano “Young Achievers Award for Social Leadership”, no âmbito da 4.ª edição da Gala Pan-African Humanitarian Summit & Awards 2018.

Veja a entrevista que Yara dos Santos deu ao canal Record TV Cabo Verde.

KEEP READING

Grande Prémio APCE 2019

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Grande Prémio APCE 2019 | Actualidad | , ,

A Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa (APCE) revela os vencedores da edição de 2019 do Grande Prémio APCE. A Cerimónia de Vencedores realizou-se na noite de 28 de março, no Casino Estoril, e premiou 17 entidades a operar no mercado nacional.

O Grande Prémio APCE 2019, ao qual concorreram empresas, agências de comunicação e instituições nacionais, tem o objetivo de distinguir e reconhecer a excelência e o profissionalismo dos responsáveis de comunicação portugueses. Eleitos por um júri independente, os vencedores foram premiados de acordo com 24 categorias.

Na Cerimónia de Vencedores foi igualmente atribuído a Steven Braekeveldt, CEO do Grupo Ageas Portugal, o Prémio APCE – CEO Comunicador do Ano, e foi revelada ainda a Comunicadora do Ano, eleita pelos associados da APCE e que consagrou Joana Garoupa, da Galp.

Vencedores:

CAMPANHA EXTERNA INDÚSTRIA (SECTORES PRIMÁRIO E SECUNDÁRIO)

GALP

LEVA PORTUGAL A PEITO: CAMPANHA MUNDIAL

CAMPANHA EXTERNA SERVIÇOS (SECTOR TERCIÁRIO)

RANDSTAD

E SE ROUBASSEM OS TALENTOS DO NATAL?

CAMPANHA EXTERNA ENTIDADES GOVERNAMENTAIS, ASSOCIAÇÕES E ONG

ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

O QUE FAZEMOS PELOS OUTROS DIZ MUITO SOBRE NÓS

CAMPANHA INTERNA ÂMBITO TRANSNACIONAL

GALP

SEMANA WELLBEING

CAMPANHA INTERNA ÂMBITO NACIONAL

GUESS WHAT

COM 10 ANOS TUDO É POSSÍVEL!

CAMPANHA DE INOVAÇÃO EM COMUNICAÇÃO

AGEAS

UM MUNDO PARA PROTEGER O SEU

CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EXTERNA

EPAL

ÁGUA SOBRE RODAS

CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL INTERNA

EDP

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO EDP

EVENTO INTERNO: ATÉ 500 COLABORADORES

CTT

CTT ACADEMY – YOUNG TALENT DEVELOPMENT

EVENTO INTERNO: MAIS DE 500 COLABORADORES

GALP + DESAFIO GLOBAL

MAKE IT HAPPEN | ENCONTRO GALP

EVENTO EXTERNO: ATÉ 1000 PESSOAS

NORS + CHAIN REACTION + DESAFIO GLOBAL

NORS DIGITAL DISRUPTORS | STARTUP COMPETITION

EVENTO EXTERNO: MAIS DE 1000 PESSOAS

DESAFIO GLOBAL

INAUGURAÇÃO NOVA SBE

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE

REN

RELATÓRIO E CONTAS 2017

PUBLICAÇÃO EXTERNA

ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

REVISTA MONTEPIO

PUBLICAÇÃO INTERNA

ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

REVISTA VOA

RÁDIO E TELEVISÃO CORPORATIVAS

EDP

EDPON TV

VÍDEO

CTT

CTT ADS | DIRECT MEDAL

SUPORTE DIGITAL EXTERNO: WEBSITE, BLOG E APPS EXTERNAS

EGF

RECYCLE BINGO

SUPORTE DIGITAL INTERNO: INTRANET, APPS E REDES SOCIAIS INTERNAS

CH CONSULTING + PRIO ENERGY

PRIO TOP SERVICE

ESTRATÉGIA GLOBAL DE COMUNICAÇÃO CORPORATIVA

LLORENTE & CUENCA

WELCOME TO NATIXIS!

SURPREENDA-NOS!

BRISA

RGPD | CAMPANHA DE CONSENTIMENTO

CEO COMUNICADOR DO ANO 2019

STEVEN BRAEKEVELDT

AGEAS

COMUNICADOR DO ANO 2019

JOANA GAROUPA

14-2-apce

KEEP READING

Dircom reconhece as melhores práticas em Comunicação na segunda edição dos Prêmios Dircom Ramón del Corral

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Dircom reconhece as melhores práticas em Comunicação na segunda edição dos Prêmios Dircom Ramón del Corral | Actualidad |

Madri, 3 de abril. Já sabemos quem são os vencedores da segunda edição dos Prêmios Dircom Ramón del Corral. Mais de 300 profissionais se reuniram no Teatro EDP Gran Vía, em Madri, para conhecer em primeira mão os projetos vencedores desses prêmios, organizados pela Associação dos Diretores de Comunicação, Dircom, que reconhece os melhores cases de comunicação corporativa em nosso país.

No total, foram apresentados mais de 130 projetos em 23 categorias diferentes, que englobam desde campanhas (externas, internas ou integradas), eventos (internos ou externos), publicações, multimídia & digitais e a CATEGORIA EXTRAORDINÁRIA, que premia a melhor estratégia Global de Comunicação Corporativa.

Nesta segunda edição, o prêmio da Categoria Extraordinária de Melhor Estratégia de Comunicação Global foi para o GRUPO NUEVA PESCANOVA pelo projeto “El renacer de Pescanova“.

Nas categorias CAMPANHA EXTERNA, os vencedores foram CAMPOFRÍO / LLORENTE Y CUENCA, como melhor em Indústrias (Setores primário e secundário) com o seu projeto “La tienda LOL“; ONTIER, em Serviços (Setor terciário), com “#ONTIERNOESLOMISMO 2018” e FUNDACIÓN VICENTE FERRER / BBDO ESPAÑA / TIEMPO BBDO em entidades governamentais, associações e ONGs, com sua campanha “El hiperregalo“.

Nas categorias de CAMPANHA INTERNA a premiação reconheceu o trabalho da CEPSA / BBDO ESPAÑA / CONTRAPUNTO BBDO, como a melhor Campanha de abrangência transnacional, com “Sonrisas llenas de energía“, e a KPMG, em campanha de abrangência nacional com o seu projeto “KPMG Change Warriors“.

Os prêmios para as melhores CAMPANHAS INTEGRADAS foram para o BANCO SANTANDER ESPAÑA como a melhor campanha de Mudança Organizacional com “Traslado Nueva Sede Santander España“; PROYECTO LIBERA (SEO BIRD LIFE / ECOEMBES), com o prêmio de melhor campanha de Redes Sociais para “Basuraleza“, e COCA-COLA ESPANHA / LLORENTE & CUENCA para a melhor Campanha Integrada em Campanha de Inovação em Comunicação com o “GeneradorES“.

A melhor CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EXTERNA foi realizada pela FERROVIAL, com o seu projeto de RSC “El Salado – Agua para la Paz“. O vencedor na categoria de CAMPANHA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL INTERNA foi BANKINTER, por seu projeto “Implicados y Solidarios“.

Em outras divisões, os melhores EVENTOS INTERNOS foram feitos pelo GRUPO RENAULT, na categoria de evento de até 500 trabalhadores, com “Renault Kart pequeños campeones“, e CONSUM / WEADDYOU, na categoria de evento para mais de 500 trabalhadores, com a sua “Gente influencer“.

Quanto aos EVENTOS EXTERNOS, os melhores foram organizados pela ACCENTURE, em eventos de até 1.000 pessoas, com a “Accenture Digital Conference 5“, e a FEDERAÇÃO ESPANHOLA DE BASQUETE, em eventos de mais de 1.000 pessoas, com “El Mundial de Basket Femenino y el cambio social“.

As melhores PUBLICAÇÕES, segundo o júri, foram as do CONSUM / WEADDYOU, que recebeu o prêmio de melhor Relatório de Sustentabilidade com o seu “Memoria de sostenibilidad“, ABERTIS, que recebeu o prêmio de melhor publicação externa de “Abertis ONTHEROAD” e a ENAGÁS, que recebeu o reconhecimento pela melhor publicação interna por “Azul y Verde, la revista de la gente de Enagás“.

Nas categorias MULTIMEDIA & DIGITAL, os vencedores foram o BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA (BBVA), na categoria de Rádio e Televisão Corporativa, pelo “Los podcasts de BBVA“; COTEC / PRODIGIOSO VOLCÁN, na categoria Vídeo, por “#CienciaenelParlamento“, FERROVIAL, na categoria Suporte Externo Digital, por “Storytelling Web El Salado – Agua para la Paz“, e GRUPO RENAULT, em Suporte Interno Digital, por “APP Espacio Empleados“.

Miguel López-Quesada, Presidente da Dircom, deu as boas-vindas agradecendo o sucesso da convocatória, diante dos numerosos projetos apresentados e da qualidade destes. Além disso, López-Quesada lembrou que esses prêmios são a fase nacional na Espanha dos Prêmios Fundacom, de modo que o vencedor e os dois finalistas de cada uma das categorias competirão automaticamente como candidatos espanhóis à fase final dos Prêmios Fundacom.

Durante a cerimônia, lembrou-se de Ricardo Pereda, presidente e fundador da Dircom Aragón, falecido recentemente. O presidente da Associação reconheceu seu fiel compromisso e seu papel como um grande profissional de comunicação corporativa em nosso país.

Além disso, foi entregue um Prêmio Especial de Reconhecimento concedido a ‘Toda uma carreira dedicada à Comunicação‘ a Javier Fernández del Moral, presidente do júri dos Prêmios Dircom. “Este prêmio reconhece seu trabalho na promoção da comunicação em nosso país como uma profissão reconhecida”, concluiu López-Quesada.

A cerimônia de premiação dos Prêmios Dircom foi animada e apresentada pelo artista e comediante Fede de Juan, que mostrou sua melhor faceta diante de centenas de profissionais em uma noite muito especial para a Comunicação.

BAIXE AQUI O MATERIAL GRÁFICO DA GALA DE ENTREGA EN ALTA QUALIDADE.

15-2-premios-dircom

LISTA COMPLETA DE VENCEDORES E FINALISTAS

Campanha Externa. Indústrias (Setores primário e secundário)

Vencedor:

  • La tienda LOL“. CAMPOFRÍO / LLORENTE & CUENCA

Finalistas:

  • Álex y Julia” de Estrella Damm”. DAMM
  • El VPH es cosa de todos“. MSD / PLANNER MEDIA

Campanha Externa. Serviços (Setor terciário)

Vencedor:

  • “#ONTIERNOESLOMISMO 2018”. ONTIER

Finalistas:

  • 800 aniversario del Monasterio de Piedra“. MONASTERIO DE PIEDRA / GRAYLING
  • Planner Media se mueve“. PLANNER MEDIA

Campanha Externa. Entidades governamentais, associações e ONGs

Vencedor:

  • El Hiperregalo“. FUNDACIÓN VICENTE FERRER / TIEMPO BBDO

Finalistas:

  • Foro mundial del agua”. CONSEJO MUNDIAL DEL AGUA (WWC) / MARCO DE COMUNICACIÓN
  • Perros en espera”. AJUNTAMENT DE BARCELONA. DEPARTAMENT DE BENESTAR ANIMAL / OGILVY BARCELONA

Campanha Interna. Campanha de abrangência transnacional

Vencedor:

  • Sonrisas llenas de energía“. CEPSA / BBDO / CONTRAPUNTO BBDO

Finalista:

  • Extensión marca corporativa Roca Group”. ROCA GROUP / ULLED
  • Tu Salud Nos Mueve”. CEPSA / PRIDECOM

Campanha Interna. Campanha de abrangência nacional

Vencedor:

  • KPMG Change Warriors“. KPMG

Finalistas:

  • Compartamos para mejorar”. RED ELÉCTRICA DE ESPAÑA
  • Friends”. NOVARTIS

 Campanhas Integradas. Campanha de Mudança Organizacional

Vencedor:

  • Traslado Nueva Sede Santander España”. BANCO SANTANDER ESPAÑA

Finalistas:

  • Todos a Una”. GRUPO NUEVA PESCANOVA
  • Proyecto Imagina”. RED ELÉCTRICA DE ESPAÑA / PRIDECOM

Campanhas Integradas. Campanha de Redes Sociais

Vencedor:

  • Basuraleza“. PROYECTO LIBERA (SEO BIRD LIFE / ECOEMBES)

Finalistas:

  • Sostenibilidad para todos“. ACCIONA
  • Videoconsejos #TuFarmacéuticoInforma“. CONSEJO GENERAL DE COLEGIOS OFICIALES DE FARMACÉUTICOS / MEDICINA TV

Campanhas Integradas. Campanha de Inovação em Comunicação

Vencedor:

  • GeneradorES“. COCA-COLA ESPAÑA / LLORENTE & CUENCA

Finalistas:

  • Casa de Escape EDP”. EDP ESPAÑA
  • SOCIABBLE, para los influencers de Renault”. GRUPO RENAULT

Gestão Responsável. Campanha de Responsabilidade Social Externa

Vencedor:

  • Campaña de RSC El Salado – Agua para la Paz“. FERROVIAL

Finalista:

  • IV Jornada Jóvenes y Ciencia”. ASTRAZENECA / EDELMAN SPAIN
  • Proyecto Sincronizadas”. EDP ESPAÑA

Gestão Responsável. Campanha de Responsabilidade Social Interna

Vencedor:

  • Implicados y Solidarios“. BANKINTER

Finalista:

  • “¿Colaboras con una ONG? Mobilizate”. GRUPO RENAULT
  • Plan Semilla de Sostenibilidad”. MAHOU SAN MIGUEL

Evento Interno. Evento de até 500 trabalhadores

Vencedor:

  • Renault Kart pequeños campeones“. GRUPO RENAULT

Finalista:

  • I Jornadas Comerciales”. EDP ESPAÑA
  • Leiva + Cosentino”. COSENTINO

Evento Interno. Evento para mais de 500 trabalhadores

Vencedor:

  • Gente influencer“. CONSUM / WEADDYOU

Finalistas:

  • Convención Santander España “Salir a ganar“. BANCO SANTANDER ESPAÑA
  • Annual Meeting EDPR 2018“. EDP RENOVÁVEIS

Evento Externo. Evento de até 1.000 pessoas

Vencedor:

  • Accenture Digital Conference 5“. ACCENTURE

Finalistas:

  • 50 Aniversario Central Hidráulica de Proaza“. EDP ESPAÑA
  • Salud, cuidados y prevención del cáncer en la mujer”. MD ANDERSON CANCER CENTER MADRID

 Evento Externo. Evento para mais de 1.000 pessoas

Vencedor:

  • El Mundial de Basket Femenino y el cambio social“. FEDERACIÓN ESPAÑOLA DE BALONCESTO

Finalista:

  • “#MOOCecompetentes Producción y difusión (…)“. UNIVERSIDAD DE MÁLAGA Y UNIVERSIDAD NOVA DE LISBOA
  • Sage Sessions 2018”. SAGE

Publicações. Relatório de Sustetanbilidade

Vencedor:

  • Memoria de sostenibilidad“. CONSUM / WEADDYOU

Finalistas:

  • Informe de Sostenibilidad Asepeyo 2017“. ASEPEYO
  • Informe de Sostenibilidad Leroy Merlin España 2017“. LEROY MERLIN ESPAÑA

Publicações. Publicação Externa

Vencedor:

  • Abertis ONTHEROAD“. ABERTIS

Finalistas:

  • IESE Business School Insight“. IESE BUSSINES SCHOOL / PRODIGIOSO VOLCÁN
  • Revista Entrenosotros“. CONSUM / WEADDYOU

Publicações. Publicação Interna

Vencedor:

  • “Azul y Verde, la revista de la gente de Enagás”. ENAGÁS

Finalista:

  • Revista EL SALSERO“. CHOVÍ / WEADDYOU

 Multimídia & Digital. Rádio e Televisão Corporativa

Vencedor:

  • Los podcasts de BBVA”. BANCO BILBAO VIZCAYA ARGENTARIA

Finalistas:

  • Grayling TV, public affairs insights”. GRAYLING
  • Radius. La radio de la Universidad de Sevilla”. UNIVERSIDAD SEVILLA

Multimídia & Digital. Vídeo

Vencedor:

  • “#CienciaenelParlamento“. COTEC / PRODIGIOSO VOLCÁN

Finalistas:

  • Cuando Enriqueta encontró a Sal“. EDREAMS ODIGEO
  • Da tu Paso por el cáncer de pulmón“. ROCHE ESPAÑA

Multimídia & Digital. Suporte Digital Externo

Vencedor:

  • Storytelling Web El Salado – Agua para la Paz“. FERROVIAL

Finalistas:

  • www.aqualiaeduca.com“. AQUALIA
  • Web Corporativa Desigual“. DESIGUAL / PRODIGIOSO VOLCÁN

Multimídia & Digital. Suporte Digital Interno

Vencedor:

  • APP Espacio Empleados“. GRUPO RENAULT

Finalistas:

  • APP COME IN“. LEROY MERLIN ESPAÑA
  • App de integración cultural”. BANCO SANTANDER ESPAÑA

Categorias Estratégicas. Estratégia Global de Comunicação Corporativa

Vencedor:

  • El Renacer de Pescanova“. GRUPO NUEVA PESCANOVA

Finalistas:

  • CAMPAÑA BUSINESS AS UNUSUAL“. ACCIONA
  • Moving to the next level“. SEAT

O que é a Dircom

Dircom é a associação profissional que agrupa na Espanha os diretores e os profissionais da Comunicação de empresas, instituições e consultorias.

Fundada em 1992, tem como visão valorizar o papel da comunicação e do diretor de comunicação nas organizações de tal forma que tal competência e seus gerentes sejam considerados como uma área de gestão estratégica.

Atualmente, conta com mais de 1.000 membros e 8 delegações em Aragão, Canárias, Castela e Leão, Catalunha, Galícia, Comunidad Valenciana e Región Múrcia, Zona Norte e Andaluzia.

Se você precisar de mais informações, pode entrar em contato com:

Departamento de Comunicação da Dircom.

Tel .: 917021377 ext.4

comunicacion@dircom.org

KEEP READING

“As fake news devem ser enfrentadas pelo jornalismo, pelo público e pelos governos”

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em “As fake news devem ser enfrentadas pelo jornalismo, pelo público e pelos governos” | Actualidad | , ,

Conferência da jornalista Claudia Palacios durante a celebração da VI Semana Econômica e Financeira do BCRD, abordando um dos maiores desafios da atual mídia

Santo Domingo. O programa de atividades da VI Semana Econômica e Financeira do Banco Central da República Dominicana (BCRD) trouxe uma palestra da prestigiada jornalista e escritora colombiana Claudia Palacios, cujo título era ‘Fake News, algo irremediável?’

Na lotação completa do auditório Salomé Ureña da instituição, Claudia Palacios, com uma ampla experiência na redação, produção e condução de cadeias como Canal Caracol e CNN em espanhol, ofereceu uma extensa análise sobre o comportamento das falsas notícias em todo o mundo, com base em fontes de prestígio, como a Rede Ética da Fundación Nuevo Periodismo Iberoamericano Gabriel García Márquez, entre outras.

Claudia Palacios destacou o impacto que esse fenômeno tem atualmente nas democracias, na reputação de empresas e pessoas, nos meios de comunicação e na saúde da opinião pública. Deu exemplos de como as fake news são criadas e germinadas, sua evolução, seu desenvolvimento e suas consequências em uma multiplicidade de formas, por exemplo, a estratégia de promover a indignação, algo que se viraliza facilmente através das redes sociais.

O antídoto do bom jornalismo

A jornalista colombiana referiu-se ao caso do jornal New York Times, que obteve grande sucesso em assinaturas on-line, “que, para manter a lealdade de seus leitores, fez o contrário do que muitos jornais, que é aumentar o número de funcionários, não só para produzir conteúdos pelos quais vale a pena pagar, mas também para melhorar a experiência do usuário “.

“Paradoxalmente”, disse ela, “enquanto a maioria da mídia está tentando encontrar o novo modelo de negócios, os fabricantes de notícias falsas e desinformação chegam a viver sendo isso: desinformadores”.

Outra das soluções analisadas por Palacios são as cada vez mais importantes plataformas de verificação de dados ou ‘fact checking’, que podem ser acessadas e usadas através da Internet.

Também explicou o método descrito no livro de Pablo Medina Uribe, do portal colombiacheck, que explica que é possível fazer jornalismo de verificação de dados com ferramentas disponíveis para qualquer cidadão. “Por exemplo, quando você pesquisa uma notícia no Google, apenas adicionando uma chave ao URL, a data é mostrada, ou simplesmente colocando uma foto neste link do Google, você pode rastreá-la ou entrando em fotoforensics.com é possível saber se uma foto foi manipulada”.

Educação e governos

Claudia Palacios destacou através de diferentes exemplos e citações a importância da auto formação e de ensinar as pessoas a discernirem, aplicando dicas que já estão disponíveis aos consumidores dos meios de comunicação. Também se referiu à importância da ação institucional diante deste problema, citando fontes diferentes, como o relatório Cairncross 2019, que especificamente revela em sua análise que “as plataformas de distribuição também deveriam sofrer consequências legais por permitirem a circulação de informações falsas”, entre outras sugestões.

A palestrante publicou seu primeiro livro em 2013: “¿Te vas o te Quedas? – Historias para leer antes de cruzar la frontera” (Você vai ou fica?” – Histórias para ler antes de cruzar a fronteira) – e, em outubro de 2015, lançou seu segundo livro, “Perdonar lo Imperdonable – crónicas de una paz posible” (Perdoe o Imperdoável – crônicas de uma paz possível), tema que a tornou digna do Prêmio de Jornalismo Simon Bolívar 2014 na categoria de Melhor Entrevista de Rádio.

A conferência de Claudia Palacios é uma contribuição internacional para a Semana Econômica e Financeira do BCRD, que faz parte do programa de responsabilidade social institucional do BCRD chamado “Aula Central  para a Educação Econômica e Financeira”, em coordenação com a fundação internacional “Child & Youth Finance “.

KEEP READING

Paper sobre Comunicação humanizada de CEOs ganha 11º International Aberje Award

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Paper sobre Comunicação humanizada de CEOs ganha 11º International Aberje Award | Actualidad |

O International Aberje Award chegou em sua 11ª edição premiando mais um paper apresentado durante o IPRRC. A International Public Relations Research Conference, conferência de pesquisadores de comunicação e relações públicas que acontece em Orlando, EUA, está na 22ª edição e reúne anualmente centenas de pesquisadores de variadas nacionalidades.

O paper vencedor é dos pesquisadores Myoung-Gi Chon, da Universidade de Auburn, no Alabama, e Bugil Chang, da Universidade de Oklahoma, e investiga os efeitos da comunicação simétrica de CEOs nas mídias sociais. Segundo o estudo, o conceito de distância social percebida serve como mediador entre as relações de respostas de CEOs e as atitudes em relação à empresa.

Na conferência, os estudos são apresentados de forma dinâmica em round tables com tempo limite de 10 minutos. Foi nesse contexto, que a Aberje também apresentou sua pesquisa “Perfil da Liderança em Comunicação no Brasil”.

Além do troféu, os vencedores também foram premiados com US$1,000 dólares que, segundo eles, serão usados para continuar a financiar suas pesquisas com foco na comunicação dos CEOs. Segue breve entrevista com os Chon e Chang.

P: Vocês sugerem que existe uma distância social que os CEOs deveriam diminuir. Como vocês definem essa distância social e como os CEOs podem fazer isso através das mídias sociais?

R: Definimos distância social como a distância emocional e psicológica que os públicos notam entre eles próprios e o(a) CEO. Em outras palavras, a distância social percebida é o nível de similaridade social que os públicos percebem entre si e o CEO. As pessoas podem notar o CEO como socialmente diferente ou socialmente semelhante. Por exemplo, pessoas comuns tendem a enxergar os(as) CEOs não como pessoas como elas, enquanto outros públicois vêem os CEOs são como pessoas comuns (ou seja, há identidade pessoal) que representam suas empresas (identidade social).

Dado que as pessoas tendem a avaliar uma pessoa socialmente mais próxima de forma mais favorável, entendemos que as mídias sociais desempenham um papel vital na diminuição da distância social entre os CEOs e seus públicos. Assim, se as pessoas percebem um CEO como socialmente mais próximo de si, é mais provável que tenham atitudes positivas em relação a ele ou ela. Em particular, como as mídias sociais fornecem um sistema de comunicação bidirecional, nós nos concentramos em como elas podem ser usadas para diminuir a distância social entre CEOs e seus públicos através de uma comunicação simétrica.

Ao considerar a percepção da distância social como um fator-chave, sugerimos que ter uma atitude aberta e receptiva na comunicação com os públicos (ou seja, comunicação simétrica) diminuirá a discrepância social que os públicos já têm em relação aos CEOs.

P: A pesquisa se concentra no uso do Facebook. Por que essa escolha e não a de outras mídias sociais como LinkedIn, Twitter e Instagram?

R: Usamos o Facebook em nosso estudo experimental por ele ter o maior número de usuários entre as plataformas de mídia social. De acordo com o Pew Research Center, 68% dos norte-americanos usam o Facebook, 35% usam o Instagram e 25% o LinkedIn (uso de mídia social em 2018, http://www.pewinternet.org/2018/03/01/social-media-use-em-2018/). Além disso, o Facebook fornece um sistema mais interativo do que outras plataformas de mídia social.

Também acreditamos que, ao usar o Facebook, nossa pesquisa pode ser aplicada a outros tipos de mídia social (como o Instagram). Como sugerimos, o fator chave é a distância social percebida. Ou seja, é possível aplicar este estudo a outras mídias sociais para ver como diferentes tipos de mídia social podem diminuir a dissemelhança com os públicos.

P: Em alguns contextos, como durante crises, as pessoas esperam uma resposta mais direta dos CEOs. Como a distância social afeta o posicionamento deles nas mídias sociais?

R: De acordo com James Grunig, a comunicação simétrica é um dos quatro princípios da comunicação em crises. Os resultados do nosso estudo sugerem que a distância social percebida é um mediador entre a comunicação simétrica e resultados positivos, entre eles a disposição para falar a respeito e as respostas positivas sobre um CEO e uma organização no contexto da Responsabilidade Social Corporativa (RSC). Portanto, podemos supor que uma distância social mais próxima entre os CEOs e seus públicos nas mídias sociais é útil para diminuir os resultados negativos (por exemplo, na reputação e qualidade do relacionamento) no contexto de uma crise organizacional. Mesmo assim, precisamos testar empiricamente nosso modelo em uma crise organizacional para examinar como a distância social percebida nas mídias sociais desempenha um papel na mediação entre a comunicação simétrica e os resultados positivos em uma crise organizacional.

P: De forma geral, a partir da sua pesquisa, o que vocês sugerem aos CEOs para se comunicar melhor?

R: Se um CEO da organização quiser usar sua conta na mídia social para interagir com os públicos (por exemplo, consumidores), os resultados do nosso estudo mostram que ele deve considerar principalmente maneiras de desfocar a discrepância social entre os públicos. Usar respostas simétricas (por exemplo, respostas abertas e receptivas, demonstrando compreensão e ajustes mútuos) em vez de respostas assimétricas (por exemplo, usadas para persuadir os públicos a aderir à posição do CEO) pode ser uma das opções para abrir caminho no fenda social entre o CEO e os públicos.

As descobertas deste estudo da abordagem baseada em teoria sugerem implicações práticas para os gerentes de relações públicas: eles podem pensar na comunicação efetiva de um CEO no ambiente de mídia social e fornecer conhecimento concreto sobre o estilo de comunicação eficaz de um CEO e o papel da distância social em resultados positivos. Se um CEO da organização tenta usar sua conta de mídia social para interagir com os públicos (por exemplo, consumidores), há seis princípios a seguir para a comunicação digital simétrica. Primeiro, considerar a opinião dos outros mais do que expressar sua opinião para os outros. Segundo, tentar aceitar outra opinião mais do que a rejeitar. Terceiro, tentar escutar ativamente os outros mais do que ficar na defensiva sobre a opinião deles. Quarto, refletir sobre a opinião alheia em vez de se ater à própria. Quinto, mostrar a atitude de que você está tentando entender os outros, e não persuadi-los. Sexto, indicar que você está disposto a negociar em vez de ser teimoso. Esses princípios do uso social dos CEOs devem ser aplicados desde o início da criação de conteúdo de mídia social e, posteriormente, na resposta aos públicos. Uma vez que a comunicação digital simétrica baseada nesses princípios conduz ao engajamento público e a atitudes positivas em relação ao CEO e à empresa, é útil aprimorar a prática de relações públicas por meio das mídias sociais.

P: Como o Prêmio Internacional ABERJE ajudará você e sua pesquisa? Quais são os próximos passos?

R: Agradecemos o Prêmio Internacional ABERJE, que nos manterá ativos nas próximas etapas da pesquisa. Vamos usar o prêmio para coletar dados para estudos de acompanhamento. O estudo atual (Humanized CEO on Social Media: Effects of CEO’s Symmetrical Comments on Publics’ Attitudes and Willingness to Engage via Perceived Social Distance, ou CEO Humanizado nas Mídias Sociais: os efeitos dos comentários simétricos do CEO sobre as atitudes e disposição dos públicos em se engajar através da distância social percebida) foi submetido aos principais periódicos de comunicação do mundo de acordo com o SSCI. Com base nele, realizaremos uma série de estudos sobre a eficácia organizacional, incluindo a comunicação efetiva do CEO. Como mencionamos em nossa resposta à pergunta três, aplicar nosso modelo no contexto de crise organizacional será um dos importantes estudos que realizaremos usando o subsídio. Além disso, estudaremos continuamente como as mídias sociais podem ser efetivamente usadas para gerenciar a comunicação entre as organizações e seus públicos.

 

* Bugil Chang é estudante do Gaylord College of Journalism and Mass Communication, da University of Oklahoma. Seus interesses de pesquisa são comunicação mediada por computador, comunicação de risco e crise e relações públicas.

* Myoung-Gi Chon é professor assistente em relações públicas na School of Communication and Journalism da Auburn University. Seus interesses de pesquisa estão na gestão de crises de risco na sociedade digitalmente conectada, no comportamento de comunicação dos funcionários e na diplomacia pública.

KEEP READING

O II HR & Dircom International Forum destaca a importância do alinhamento entre Comunicação e Recursos Humanos

25 Abril 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em O II HR & Dircom International Forum destaca a importância do alinhamento entre Comunicação e Recursos Humanos | Actualidad | , ,

Gestores de Comunicação e de Recursos Humanos da Bankia, Movistar + e Leroy Merlin discutiram a importância do impacto que essas áreas têm no sucesso das empresas.

Também falaram Helen Baron, co-convenor of the BPS Working Group on Assessment, e Carlos Rey, diretor da Cátedra de Direções para Missões e Governança Corporativa da Universidade Internacional da Catalunha.

 Corporate Excellence Centre for Reputation Leadership, a Associação de Diretores de Comunicação, Dircom e DCH – Organização Internacional de Diretores de Capital Humano organizaram a segunda edição do fórum de debate entre as áreas de Recursos Humanos e Comunicação.

O HR & Dircom International Forum tornou-se um ponto de encontro essencial para diretores de RH e diretores de comunicação. Nesta nova edição, que aconteceu no Auditório Bankia, em Madri, e que reuniu quase 200 participantes, estiveram presentes profissionais de importantes empresas como Bankia, Movistar + Leroy Merlin.

A boas-vindas ficaram a cargo de Amalia Blanco, diretora geral de Comunicação e Relações Institucionais do Bankia, que destacou a importância de construir a reputação entre todos os membros da organização. Também tomou a palavra Ángel Alloza, CEO da Corporate Excellence – Centre for Reputation Leadership, que defendeu que “a reputação de uma empresa é o que faz a diferença, e os funcionários têm um papel chave em sua construção; daí a necessidade de tecer pontes entre as áreas da comunicação e a de pessoas “.

Juan Carlos Pérez Espinosa, presidente do Conselho Diretivo da DCH, defendeu a ideia de que o sucesso das organizações se baseia em vincular a função da gerência de Pessoas com as outras gerências. Por sua vez, Miguel López-Quesada, presidente da Dircom, disse que “a escuta ativa, a verdade e a credibilidade são os agentes para trazer a mudança em uma organização, e estar alinhados com outras gerências é fundamental”

Helen Baron, co-convenor of the BPS Working Group on Assessment, foi encarregada de fazer a apresentação de abertura, e centrou na importância dos processos de seleção para a organização: “Ao selecionar sua equipe, é preciso tomar decisões com os dados corretos. Aí está a chave para fazer as perguntas certas que nos deem as respostas que precisamos. “

Também participou do evento Carlos Rey, diretor da Cátedra de Direções para Missões e Governança Corporativa da Universidade Internacional da Catalunha, com um discurso focado na importância que o propósito traz para a Comunicação e para o alinhamento da Cultura Corporativa. “Empresas com maior propósito têm o dobro dos resultados, e todos os estudos corroboram esses dados”.

18-3-dircom-rrhh

Nas conversas participaram os executivos de Recursos Humanos e Comunicação da Bankia, Leroy Merlin e Movistar +, moderados por Helena Borrás, especialista em Cultura Organizacional para Transformação Contínua.

  • BANKIA

David López, diretor geral adjunto de Pessoas e Cultura do Bankia, destacou que “o futuro passa a ser pessoas e a comunicação ao quadrado. A escuta ativa deve estar presente, e devemos colocar o funcionário no centro das decisões que tomamos. ”

Na mesma linha, Amalia Blanco, dircom do Bankia, argumentou que “é tarefa compartilhada entre Comunicação e Recursos Humanos criar uma imagem atraente de nossa organização em relação à sociedade. Desta forma, conseguiremos atrair e reter talentos“.

  • LEROY MERLIN

Outra empresa protagonista dos diálogos foi a Leroy Merlin. Ana Belén Rodríguez, diretora da Atração de Talentos, defendeu que em sua empresa “as gestões de Comunicação e Pessoas sempre trabalharam lado a lado, e a responsabilidade tem evoluído em relação ao desenvolvimento dessa estratégia”.

Responsável pela Comunicação Corporativa e Negócios Responsáveis da Leroy Merlin, Susana Posada, defendeu a necessidade de se conectar com a sociedade, afirmando que “só é possível se conectar através dos valores e das nossas Pessoas. Tentamos ter empatia com o cliente e ajudá-lo criando ambientes para se viver melhor”.

  • MOVISTAR +

Para concluir esta série de diálogos, José Maria Pestaña, Chief Resources Officer de da Movistar +, contou a experiência de sua própria empresa, que colocou o funcionário em seu foco central, “fazendo dele um participante sobre como o setor audiovisual estava mudando, já que, com a colaboração de todos, o sucesso estaria garantido”.

Purificación González, diretora de Comunicação e RH da Movistar +, também tratou do mesmo assunto, detalhando que “no processo de transformação da Movistar, RH e Comunicação trabalharam para que os funcionários fossem os principais embaixadores de nossa marca. Sempre fomos uma equipe e só concebemos agir dessa maneira “.

A jornada, moderada por Fernando Vargas, diretor de Projetos da Escuela Europea de Coaching, terminou com uma interessante discussão na qual os participantes puderam debater com os palestrantes temas fundamentais, como a importância de ter transparência nas organizações, de compartilhar e motivar o funcionário ou de criar ecossistemas de transformação para a organização.

18-2-dircom-rrhh

Os organizadores

Organização Internacional de Diretores de Capital Humano – DCH

DCH – Organização Internacional de Diretores de Capital Humano é o maior ecossistema de gestores de RH da Espanha, formado por mais de 1000 associados. Seu principal objetivo é desenvolver toda a área referente ao âmbito diretivo de capital humano em organizações e associações.

Para isso, facilita a troca de experiências entre Diretores de Capital Humano de diferentes países e informa todos os seus membros sobre qualquer iniciativa ou notícia relacionada a Recursos Humanos.

 

Associação de Diretores de Comunicação – Dircom

Dircom é a associação profissional que agrupa na Espanha os gestores e profissionais da Comunicação de empresas, instituições e consultorias.

Fundada em 1992, tem como visão valorizar o papel da comunicação e do diretor de comunicação nas organizações de tal forma que essa competência e seus responsáveis sejam considerados como uma área de gestão estratégica.

Atualmente, conta com mais de 1.000 membros e 8 delegações em Aragão, Canárias, Castela e Leão, Catalunha, Galícia, Comunitat Valenciana e Región Múrcia, Norte e Andaluzia.

 

Corporate Excellence – Centre for Reputation Leadership

Fundação empresarial criada por grandes empresas para profissionalizar o gerenciamento estratégico e integrado de intangíveis chaves, como a reputação, a marca, a comunicação, o negócio responsável, a boa governança, os assuntos públicos, os talentos e as métricas. Sua missão é ser o motor que lidere e consolide a gestão profissional de intangíveis como um recurso estratégico que oriente e crie valor para empresas em todo o mundo. Conselho: BBVA, CaixaBank, Naturgy, Iberdrola, Santander e Telefónica. Empresas colaboradoras: Abertis, Bankia, Bankinter, Cepsa, Cemex, Damm, Seguros Médicos DKV, El Corte Inglés, Gestamp, Ibercaja, MAPFRE, Leroy Merlin, Quirón Salud, Suez Spain e Grupo Volkswagen.

KEEP READING

Informe ICCO

26 Fevereiro 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Informe ICCO | Actualidad |

Desculpe, este conteúdo só está disponível em espanhol Por uma questão de conveniência para o utilizador, o conteúdo é mostrado abaixo no idioma alternativo. Pode clicar na ligação para alterar o idioma activo.

Lorem ipsum

KEEP READING

Livro comemorativo da Aberje traz história dos 50 anos e ensaios de comunicação

26 Fevereiro 2019 |by Fundacom | Comentários fechados em Livro comemorativo da Aberje traz história dos 50 anos e ensaios de comunicação | Actualidad | ,

No fim de dezembro, a Aberje – Associação Brasileira de Comunicação Empresarial lançou o livro “50 Anos Aberje: Ensaios e Memórias”, em celebração ao cinquentenário da associação.

O livro é dividido em duas partes. A primeira metade conta sobre a trajetória da Aberje e sua relação com a evolução da Comunicação Corporativa no país. Nela o leitor conhece a história da fundação da associação, o seu processo de nacionalização e internacionalização, a criação das diversas frentes de atuação da entidade, tais como o Prêmio Aberje, o Centro de Memória e Referência, a Aberje Editorial e o DatAberje, bem como as perspectivas e os desafios para o futuro. Na segunda parte, o livro reúne 19 ensaios de grandes profissionais da academia e do mercado, que refletem sobre os assuntos prementes da comunicação contemporânea: ética, responsabilidade social, reputação, engajamento, relações governamentais e institucionais, imprensa, redes sociais, mensuração e agências. Entre os autores estão nomes como Renato Janine Ribeiro, Matthew Shirts, Pollyana Ferrari, Suzel Figueiredo, Yacoff Sarkovas, entre outros.

A publicação fecha o ciclo comemorativo do Projeto Aberje 50 anos, que contou com uma série de ações ao longo do ano. O pontapé se deu no fim de 2017, com a festa dos 50 anos celebrada na Sala São Paulo, e, ao longo de 2018, foram realizados as “Arenas de Comunicação”, uma série de encontros em várias cidades do Brasil para discutir temas que desafiam a comunicação. Também como parte do projeto 50 anos, foram publicadas três edições especiais da Revista CE – Comunicação Empresarial, as de número 100, 101 e 102. Veja o vídeo institucional sobre os 50 anos da Aberje, produzido pela Jabuticaba Conteúdo:

O projeto Aberje 50 Anos teve patrocínio master da Petrobras, patrocínios da Bayer, Itaú e McDonald’s, parceria estratégica da Votorantim Cimentos, e apoio da GM, Latam e Rhodia.

 

KEEP READING
Página 4 de 13« Primeira...23456...10...Última »